1. Home
  2. /
  3. Blog
  4. /
  5. Utilidade Pública
  6. /
  7. A fortuna perdida pelos...

A fortuna perdida pelos Brasileiros na Pandemia.

Economia/Política, Fique por dentro, Leia Mais, Mais Lidas, Sem categoria, Utilidade Pública 3 de setembro de 2021

Um momento histórico que vai deixar profundas marcas na história da humanidade e, sem dúvidas, na vida de muita gente que perdeu pessoas próximas. Essas perdas incalculáveis serão sempre cicatrizes abertas com as quais teremos que aprender a conviver. Nossos mais profundos sentimentos a todos que perderam alguém nesse terrível período de pandemia. Além dessas incalculáveis perdas, houve também um outro impacto, o financeiro. Com o movimento de pessoas reduzido, seguidos lockdowns, a economia foi impactada fortemente. O governo britânico agiu rapidamente e ofereceu diferentes tipos de ajuda às empresas e aos autônomos na tentativa de minimizar a queda de renda, desemprego e oferecer meios para que as pessoas ficassem em casa e aqui foi onde muita gente perdeu dinheiro, muito dinheiro.

A causa da maior parte dessa fortuna perdida foi o “descuido” com as obrigações fiscais. Muitos trabalhadores autônomos continuam na informalidade, sem o devido registro e declarações de ganhos, isso é, não fazem o TAX RETURN. Em muitos outros casos, os ganhos não são declarados corretamente, vezes por falta de orientação, vezes por uma deliberada tentativa de pagar menos impostos, ou ganhar mais do UNIVERSAL CREDIT (ajuda financeira às pessoas de baixa renda). Veja dois exemplos de como esse “descuido” teve influência direta na ajuda que o governo ofereceu.

GRANT Self-Employment Income Support Scheme (SEISS)

Essa foi um dinheiro que o governo ofereceu a todos os trabalhadores autônomos impactados durante a pandemia, não precisava ser pago de volta. O governo ofereceu entre 80 e 70% do valor declarado como lucro nas últimas duas declarações de imposto de renda, o TAX RETURN. Foram cinco parcelas, cada parcela contendo o valor equivalente a três meses da média de lucro declarado pelo trabalhador autônomo.

Para melhor entendermos, vamos exemplificar. Uma pessoa que tenha declarado:

Receita

£30000

( – )Despesas

(£6000)

( = ) Lucro (30000 – 6000)

£24000

Média por mês (24000/12)

£2000

Ajuda do governo de 80% (2000 x 80%)

£1600

Portanto, essa pessoa teria recebido a cada parcela o valor de £4,800.00 (1600 x 3). Lembrando cada parcela paga o valor referente a três meses e tivemos um total de 5 parcelas até momento em que estamos escrevendo esse artigo.

O problema ocorre porque muitos não declaravam, portanto não ganharam nada. Outros, declaravam um lucro abaixo do que realmente ganham, esses tiveram seus padrões de vida afetado e ganharam muito menos do que deveriam. Muitas pessoas nos procuraram depois disso para regularizar a situação de trabalho, mas tiveram que amargar perdas de mais £20,000 na maioria dos casos, aproximadamente R$ 142,000.00 segundo a cotação de moedas do dia 01/09/2021.

BOUNCE BACK LOAN

O BOUNCE BACK LOAN Foi um empréstimo de até cinquenta mil libras a juros baixos, 2.5% ao ano, com dez anos de prazo para o pagamento. Além disso, o tomador desse empréstimo tinha um período de carência para começar a pagar de doze meses sem juros. O valor máximo que cada empresa ou trabalhador autônomo (ou LIMITED COMPANY) poderia pegar era o menor entre £50,000.00 ou 25% do valor declarado como receita (turnover) ao governo. De novo, muita gente não teve acesso a esse dinheiro por falta de declaração de imposto de renda feita ou feita em atraso. Outros ainda poderiam ter conseguido um valor muito maior do que o que pegaram. Na média, trabalhadores autônomos, pegaram entre £7,500.00 e £12,500.00 (Aprox.: R$53,478.00 e R$89,130.00 respectivamente).

Efeitos colaterais

Embora muitos tenham perdido essa chance, alguns outros se aproveitaram. Muitos pegaram o GRANT SEISS sabendo que não continuariam trabalhando como SELF-EMPLOYED, ou não foram impactados. Outros fizeram o requerimento do empréstimo de BOUNCE BACK LOAN acima do valor permitido de 25% da receita, ou fizeram desvio de aplicação, outro ainda pegaram o dinheiro e foram para o Brasil sem intensão de voltar. O fato é que muitos desses estão recebendo cartas do governo exigindo o dinheiro de volta.  Já começa um movimento de ligações em nosso escritório de pessoas muito preocupadas, pois não tem mais o dinheiro. Entre agosto e outubro começam os pagamentos desse empréstimo. Veremos o desenrolar disso em breve.

Esses problemas todos poderiam e podem ser evitados. É preciso levar a sério as leis britânicas e cumprir com nossos deveres de cidadãos. Você pode até considerar que os impostos são altos, mas não pode negar que vemos o retorno desse dinheiro. São fartos os espaços públicos gratuitos, rua limpas, segurança, saúde e uma excelente educação. Famílias de baixa renda são ajudadas pelos benefícios oferecidos pelo governo, parques aos montes, museus etc. Além de contribuir com a sociedade e cumprir com sua obrigação legal, a precisão no que tange declarações de impostos traz outros benefícios como, por exemplo, comprovação de renda e aposentadoria. Embora isso pareça complicado, principalmente falado e explicado em inglês, vale lembrar que temos inúmeros contadores e advogados brasileiros e portugueses no Reino Unido. Eles podem te ajudar a entender melhor seus deveres e obrigações, e na tua língua. Essa pandemia mostrou definitivamente que estar em dias com seus impostos (desculpem o clichê) “custa pouco e pode valer muito, muito mesmo”.

Últimos posts por Raul Piperno (exibir todos)

Leave a Reply

Popular

  • conheça Raphael da Costa. com 11 anos, A...

    by on 17 de setembro de 2021 - 0 Comments

    Shares10Facebook10Tweet0Pin0LinkedIn0Print0Email0 Raphael da Costa tem 11 anos. Autista, TDAH, escritor, pianista e superdotado. Autor da obra I love you Mamma, participante da antologia Talentos por trás do autismo. Membro das Academias de Literatura de NY e AVL kids. Apaixonado por jogos e eletrônicos, sonha em ser youtuber, trabalhar na Microsoft e criar programas e jogos. […]

  • Vacinação para crianças de 12 a 15 anos ...

    by on 17 de setembro de 2021 - 0 Comments

    Share1Facebook1Tweet0Pin0LinkedIn0Print0Email0 As vacinas contra o coronavírus será oferecida a crianças de 12 a 15 anos, decidem os diretores médicos. Os diretores médicos do Reino Unido (CMOs), tomaram a decisão depois de considerar que a falta da vacina nas crianças em idade escolar pode ter um efeito de transmissão muito maior e prejudicar escolas e a […]

  • Planos para o passaporte da vacina nos e...

    by on 16 de setembro de 2021 - 0 Comments

    Shares32Facebook32Tweet0Pin0LinkedIn0Print0Email0 O secretário de saúde disse que os planos para que os passaportes da vacina Covid-19 tenham acesso a boates e outros locais lotados na Inglaterra deve ser descartado. Os Planos para que as pessoas utilizassem uma prova de que haviam recebido as duas doses da vacina Covid-19 para entrar em eventos de grande escala […]

  • “Antes de mais nada, trabalhe com ...

    by on 15 de setembro de 2021 - 0 Comments

    Shares0Facebook0Tweet0Pin0LinkedIn0Print0Email0 Hair stylist e artista plástico com carreira internacional. Foi campeão brasileiro do Wella Trend Vison Award 2004, um dos mais prestigiados campeonatos no mundo, no qual disputou com 60.000 cabeleireiros e representou o Brasil no Mundial em Paris, França. Otoniel Trabalhou como educador artístico para importantes marcas ( L’Oréal, Alfaparf, Matrix…) além de colunista […]

  • Covid-19: Plano de inverno para combater...

    by on 15 de setembro de 2021 - 0 Comments

    Shares101Facebook101Tweet0Pin0LinkedIn0Print0Email0 O primeiro-ministro Boris Johnson está sob pressão para tomar decisões sobre bloqueios, doses extra da vacina e como irá manter o Reino Unido seguro à medida que avançamos para os meses mais frios. O discurso do primeiro ministro Boris Johnson contou com dois planos de ação para combater a pandemia do coronavirus no país, […]

×
Portal Londres