Por que o Reino Unido entrou oficialmente em recessão e quais são os caminhos apontados para um novo futuro.

Economia/Política, Fique por dentro, Leia Mais, Mais Lidas, Para Dar Detaque, Utilidade Pública 4 de setembro de 2020

Por que o Reino Unido entrou oficialmente em recessão?

Uma queda sem precedentes!

Essa é a palavra de muitos dos especialistas que avaliam os reflexos da maior queda do PIB (Produto Interno Bruto) inglês, durante a pandemia que foi de 20,4%, relativos ao segundo trimestre – a maior queda entre os países da Europa. O Reino Unido que fechou 2019 com o sexto maior PIB do mundo hoje vê outra realidade no país.

É fato que o Corona Vírus atingiu o mundo todo e de forma inesperada, mas entre os britânicos o tombo foi maior, e a razão para isso, é que na verdade o Reino Unido já mostrava resultados inferiores antes da pandemia, já no início do ano, com queda de 10% referentes ao mesmo período do ano passado.

 

Com o Brexit a caminho e com questões ainda em negociação, os números encolheram diante de incertezas. Mas outro fato importante, e que não acontece só no Reino Unido, é que países em que o foco está no setor de serviços que inclui hotéis, restaurantes, entretenimento e finanças, perderam espaço em período de pandemia devido às exigências de isolamento social. Outros países como Espanha, Cingapura, França que tem alta oferta em serviços também sentiram a queda. Já países como o Brasil que tem a agricultura e extração com boa parte dessa fatia do PIB sofreram menos durante esse período porque as atividades sofreram menos impacto com isolamento social.Por que o Reino Unido entrou oficialmente em recessão?

As mudanças sociais causadas pelo vírus também tiveram um retrato forte nesse trimestre. Com colaboradores trabalhando de casa, cidades como Londres se tornaram em três meses, cidades fantasmas, o que redesenhou o consumo no país.

Com um corte de 700 mil empregos formais no país o governo britânico diz que é hora de repensar a economia, investir em tecnologia e achar caminhos possíveis para trabalhos remotos em casos onde é possível, até que a vacina seja disponibilizada no país.

Os avanços da tecnologia, da telemedicina, da cibersegurança, customer experience, ganharam força, e novas oportunidades que muitas vezes, saem do eixo das grandes cidades, sem dúvida serão decisivos para esse mundo que surgirá pós pandemia.

Texto por Juliana Albanez

Leave a Reply

Popular

  • 95º aniversário da Rainha Elizabeth II n...

    by on 3 horas ago - 0 Comments

    A Rainha Elizabeth II completa 95 anos nesta quarta-feira, dia 21, marcando o primeiro aniversário sem seu marido, o Duque de Edimburgo, que morreu aos 99 anos no dia 9 de abril.   Não haverá celebrações públicas, pois a monarca continua em luto até sexta-feira (23), e segundo a BBC, acredita-se que alguns membros da […]

  • Eleições para o Conselho de Cidadania do...

    by on 6 horas ago - 0 Comments

    O Consulado-Geral do Brasil em Londres, no uso de suas atribuições legais, torna público o Edital para eleição de 12 membros para a gestão 2021-2023 do Conselho de Cidadania do Reino Unido (CCRU), e convida a comunidade brasileira residente no Reino Unido para participar da eleição.   O CCRU é um foro informal e apartidário, […]

  • Covid-19: dez milhões de pessoas no Rein...

    by on 20 de abril de 2021 - 0 Comments

    Mais de 10 milhões de pessoas no Reino Unido receberam a segunda dose de uma vacina contra o coronavírus, isso significa quase 1 em cada 5 adultos no país. Os serviços de saúde em todo o Reino Unido já administraram um total de 43.084.487 milhões de vacinas entre 8 de dezembro e 18 de abril, […]

  • Mercados em Londres para visitar em 2021...

    by on 20 de abril de 2021 - 0 Comments

    London Eye, Tower Bridge, Oxford Street e Piccadilly Circus, certamente, para a maioria, ao planejar explorar a capital britânica, essas opções estão na lista. Devemos concordar que todos esses lugares são maravilhosos e cada um tem sua magia.    Porém, neste artigo, iremos mostrar opções de mercado em Londres para explorar. Os mercados em Londres […]

  • Quando o pai bate na mãe

    by on 19 de abril de 2021 - 0 Comments

    Os filhos da violência doméstica também são vítimas do agressor. O Brasil ignora as crianças que testemunham suas mães em situação de perigo dentro de casa. Elas carregam consequências por toda a vida e precisam de atendimento e proteção Eu me lembro como se fosse ontem. Um flash me vem nítido na memória. Tinha sete […]

×
Portal Londres