“A ciência dos insetos aquáticos”

Agenda do terceiro setor, Economia/Política, Fique por dentro, Leia Mais, Mais Lidas, Saude, Utilidade Pública 10 de julho de 2020

“A ciência dos insetos aquáticos”

Finalização do projeto “A ciência dos insetos aquáticos”
O Portal Londres publicou matéria sobre o projeto quando este estava no princípio de suas atividades, em 2018. Após sua finalização, apresentamos os resultados, produtos e alcance deste projeto. Em um ano de duração e com orçamento de pouco mais de R$ 50 mil, foram atendidos 6.293 estudantes de todos os níveis escolares (infantil, fundamental 1 e 2, médio, EJA – educação de jovens e adultos) de sete estados brasileiros de todas as regiões, exceto Norte. Inicialmente, o projeto previa atender 20 municípios de cinco estados da federação, entretanto, a readequação orçamentária realizada pela pesquisadora coordenadora do projeto permitiu estendê-lo para sete estados, 40 municípios, sendo realizadas 86 palestras, em 63 escolas da rede pública.
As palestras consistiam de três partes:
1. a Palestra propriamente dita, com ensinamentos teóricos sobre insetos aquáticos e conceitos básicos sobre ecologia e taxonomia de insetos aquáticos, bacia hidrográfica, vegetação ripária/mata ciliar e cadeia alimentar. Os estudantes conheceram alguns projetos realizados pela pesquisadora e outras atividades, como a participação em eventos científicos e trabalhos internacionais, de forma a estimular o interesse por seguirem esta profissão.
2. Questões ao público: após a parte teórica, os estudantes eram desafiados a responder a três perguntas de um total de cinco sobre o que aprenderam e, como prêmio, a escola recebia um baralho sobre insetos aquáticos, desenvolvido para o projeto. A dinâmica adotada foi de trabalho em grupo, os estudantes respondiam, porém se errassem a resposta ou a mesma estivesse incompleta, outro estudante podia responder. Isso estimulou a cooperação e entrosamento entre os estudantes, ao discutirem a resposta antes de anunciá-la.
3. Visualização de insetos aquáticos. Frascos contendo amostras de insetos foram distribuídos entre os alunos, com representantes de insetos sensíveis, tolerantes e resistentes.
Foi uma experiência muito positiva sendo evidenciado pelo fato de que em muitas escolas, os alunos e corpo docente/dirigentes se interessaram em perpetuar o conhecimento adquirido, desta forma, em alguns locais, o tema foi inserido na programação didática; em outros, foram montados grupos de pesquisa sobre as condições ambientais de córregos em alguns municípios, assim como a participação em feira de ciências para demonstrar os resultados de suas pesquisas, este foi o caso do colégio Gilberto Freyre, em Aracaju (SE).

“A ciência dos insetos aquáticos”

“A ciência dos insetos aquáticos”

Outro grupo de alunos do ensino médio da Escola Estadual Prof. Celso Henrique de Jaguariúna, interior de SP, participaram de evento realizado pela Fapesp/Fundação Roberto Marinho/TV Futura em Campinas, em agosto/2019, onde apresentaram seu projeto de avaliação do impacto da construção de uma barragem no rio Jaguari, que atravessa o município.
Como produtos diretos deste projeto, foram lançados dois livros, um impresso “Mistério no mundo aquático submerso” (Figura 1), que foi distribuído gratuitamente às escolas contempladas, e um interativo “Quem mexeu no córrego?” (Figura 2), que fica hospedado no site Contando ciência na web, da Embrapa. Este segundo livro não é um produto direto financiado pelo projeto, porém resultou da parceria formada com o Renato para a redação do livro Mistério no mundo aquático submerso, com ilustrações da Ana Szerman. Há também o baralho sobre insetos aquáticos (Figura 3), desenvolvido pela Rafaele Fernandes Zanesco, bolsista do projeto.

“A ciência dos insetos aquáticos”

“A ciência dos insetos aquáticos”

Outro produto indireto decorrente do projeto foi o estabelecimento de parceria com o Ministério Público Federal, através da Campanha Biomonitorando as Águas (http://conexaoagua.mpf.mp.br/biomonitorando/), com lançamento de um aplicativo para smartphone para incentivar ações de cidadania e percepção ambiental, através da análise de ecossistemas aquáticos e alguns insetos que ali vivem (https://play.google.com/store/apps/details?id=com.ionicframework.monitorandoacidade&hl=pt-BR). Para o lançamento oficial da campanha, foi realizada palestra no Colégio Iguatemi, em São Paulo capital; apesar de o projeto já ter finalizado neste momento, esta palestra adicional somou 6.301 estudantes que receberam o conhecimento sobre a ciência dos insetos aquáticos.

O projeto foi financiado pelo CNPQ (processo número 440106/2018-4).

Texto por Kathia Sonoda(Pesquisadora da Embrapa) Unidade Meio Ambiente (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária)

Deixe seu Comentário

Popular

  • Boris Johnson anuncia reabertura de seto...

    por em 12 horas atrás - 0 Comentários

    O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, informou hoje (23), as restrições que serão impostas ao fim desse segundo lockdown na Inglaterra. O bloqueio que teve início dia 5 de novembro e terminará dia 2 de dezembro, agora contará com regras de acordo com os níveis de casos em cada região.   O QUE REABRIRÁ APÓS O […]

  • Natal: “flexibilização” de p...

    por em 22 de novembro de 2020 - 0 Comentários

    Entende-se até o momento que o objetivo é um abrandamento das regras em todo o Reino Unido pelo período de uma semana, para que as famílias possam se reunir. Contudo, regras rígidas permanecerão em vigor na Inglaterra mesmo depois que o bloqueio nacional acabar no dia 2 de dezembro. Esse sistema estará em vigor de […]

  • Veja a lista dos vencedores do Best of B...

    por em 20 de novembro de 2020 - 0 Comentários

    Ocorreu ontem (19), a cerimônia de premiação do Best of Brazil European Awards 2020. Idealizado pelo empreendedor Rafael dos Santos, o evento contou com a presença de convidados especiais, foram eles: Angela Hirata, Douglas Heizer, Marcos Viana, Luiza Brunet e Neguinho da Beija-Flor. Inicialmente a premiação iria ocorrer no Parlamento Britânico, mas devido a pandemia […]

  • Conheça a Livros For Kids, a distribuido...

    por em 19 de novembro de 2020 - 0 Comentários

    Criada pela empresária brasileira Vanessa Pfeil, a distribuidora Livros For Kids tem como objetivo promover a língua portuguesa e a cultura brasileira no exterior com qualidade e preço acessível, para que o maior número de famílias possam deixar o português como língua de herança para os seus filhos. Atualmente, é a maior distribuidora de livros […]

  • As vantagens de ser psicólogo (a) no Rei...

    por em 18 de novembro de 2020 - 0 Comentários

    Dia de série das profissões, toda semana trazemos uma profissão para esclarecer como são as oportunidades de trabalho, como ingressar, os desafios, os prazeres, para assim, quem pensa em iniciar uma profissão no Reino Unido, possa ter referência e exemplos sobre sua área. A entrevistada de hoje é a Bruna Brunetti, graduada em Psicologia pela […]

×
Portal Londres