Que recursos você tem?

Destaque Principal, Fique por dentro, Mais Lidas, Não categorizado, Saude, Sem categoria, Utilidade Pública 18 de junho de 2020

Que recursos você tem?

Diariamente vejo pessoas falando sobre a solução. Seja nas redes sociais ou grupos de Whatsapp, muitos têm uma ‘visão’, uma dica pra dar que promete resolver nossas dificuldades diante da crise atual. Outros dão apenas a reclamação.

É verdade que as consequências do Covid-19 alcançaram o mundo todo, mesmo com formatos diferentes, mas o anseio por algo que nos conecte de volta àquela ‘vida normal’ é comum a todos nós. A vida como a conhecíamos desmoronou e nos encontramos irritados, exaustos, instáveis e incertos. Não podemos nos concentrar, ou se observar vai perceber como nossas mentes disparam e parece que não conseguimos parar de tentar preencher cada momento com ação, ação e ação.

Hoje quero te garantir que nos piores momentos de nossas vidas, e também nos melhores, temos uma escolha, uma escolha constante e disponível para todos: experimentar o pior ou o melhor, escolhendo onde colocamos nossos pensamentos e energia.

Em tempos de sofrimento crônico, podemos escolher conscientemente trazer o melhor de nós mesmos para cada dia. Talvez não o dia todo, talvez não a todo momento. Mas fazer o que está dentro de nossa capacidade de trazer à tona aquelas qualidades que trazem bondade para nós mesmos e bondade para os outros.

Esse é o campo das forças do caráter – aquelas características da nossa personalidade que expressam o melhor de nós – dos nossos valores mais profundos, tornados reais pelas capacidades que cada um de nós possui de um jeito único e poderoso.

Nossas forças são uma constante dentro de nós, e elas nos permitem viver uma outra constante que tem sido verdadeira para a humanidade ao longo do tempo: a opção de usar essas forças para sermos as nossas melhores versões. É assim que navegamos de maneira saudável pela agitação e pela perda. É assim que cultivamos a resiliência dentro de nós e é assim que, ao longo do tempo, escolha por escolha, re-aderimos e entendemos o mundo novamente.

Finalizo com as palavras inspiradoras da Dra Maria Sirois, psicóloga especialista em resiliência humana pós crises: ‘posso não ser capaz de controlar muita coisa, mas posso moldar o meu dia, moldando-me para o bom (melhor) dentro de mim e, por meio dessa escolha, elevar meu pequeno pedaço do nosso mundo.’

Texto por Liluani de Paula

Últimos posts por Liluani de Paula (exibir todos)

Deixe seu Comentário

×