Mestrado na Inglaterra. Por onde começar?

Destaque Mais Lidas, Economia/Política, Fique por dentro, Leia Mais, Não categorizado, Sem categoria, Utilidade Pública 16 de maio de 2020

Universidade em Londres

Queridos leitores deste portal. Desde que comecei a escrever aqui eu venho recebendo bastantes perguntas a respeito de mestrado e pós-graduação. “Quem pode fazer”, “quanto custa”, “posso trabalhar enquanto estudo” estão entre as dúvidas mais comuns. Eu sei que nestes tempos de pandemia, de preocupações com saúde e emprego, as angústias são muitas. Mas para quem sempre teve vontade de saber mais ou pretende se planejar para o futuro, ficam aqui algumas dicas. Lembrando que se você quer saber especificamente sobre mestrados oferecidos pela Birkbeck, University of London, que oferece programas acadêmicos durante à noite no centro de Londres é só escrever para v.ribeiro@bbk.ac.uk

birbeck

-Posso mudar de área? Minha documentação do Brasil é válida?
No Reino Unido, ao contrário do Brasil, muitas pessoas acabam fazendo mestrado para investir em uma área de conhecimento diferente daquela da graduação e/ou para mudarem de carreira. Então é mais comum encontrar, por exemplo, uma pessoa que estudou Comunicação na graduação fazendo História em nível de mestrado. Cada universidade terá critérios de seleção distintos, é preciso pesquisar bem antes de se candidatar. Vale também dizer que para alguns cursos nas áreas de Engenharia, Ciências Médicas, Ciências da Computação, por exemplo, é menos comum encontrar pessoas fazendo mestrado que tenham se graduado em áreas muito diferentes. E se você terminou uma graduação (faculdade no Brasil), você pode pedir a tradução juramentada (ou certified translation, se você estiver fazendo a tradução no Reino Unido) do seu histórico escolar e diploma (ou certificado de conclusão do curso superior) para se candidatar. Não é preciso pagar por um certificado de equivalência (serviço normalmente oferecido no Reino Unido pelo Naric).

Como funciona o processo de seleção? Quando começam os cursos?
A maioria dos cursos começa entre setembro e outubro, mas alguns cursos também são oferecidos em janeiro. Todo o processo de candidatura e seleção é feito online,através do site das universidades. A grande maioria delas não cobra nenhuma taxa de candidatos para receber as inscrições. Uma pergunta comum é em relação ao projeto de dissertação: “preciso ter um projeto pronto para me candidatar?”. Pois bem, no Reino Unido as universidates oferecem dois tipos de mestrado, o “Master Taught” e o “Master of Research”. O primeiro segue a estrutura de uma graduação, ou seja, o aluno frequenta aulas e seminários, faz projetos e provas e na maioria das vezes uma dissertação ao final do curso (alguns cursos de mestrado oferecem projetos finais alternativos à dissertação). Esses cursos têm geralmente a duração de um ano. Já o segundo curso é focado quase que inteiramente no projeto de pesquisa ao qual o estudante pretende se dedicar e geralmente têm dois anos de duração. Nesse segundo caso, o candidato precisa encontrar um orientador antes de submeter a sua proposta de pesquisa, que fará parte da candidatura. As universidades geralmente disponibilizam informações sobre seu corpo acadêmico nos seus sites. Assim, o candidato sabe quais professores têm linhas de pesquisa semelhantes para orientá-lo. No começo do ano eu preparei um texto sobre qual é a documentação necessária para se candidatar para mestrados e graduações no Reino Unido. Você encontra todas elas aqui .

– Posso trabalhar enquanto estudo com visto de estudante? Minha família pode viajar comigo?
Se você é brasileiro e não possui uma segunda nacionalidade europeia(www.abanzi.com), nem visto de permanência no Reino Unido, você vai precisar aplicar para o visto de estudante Tier 4 para cursar um mestrado nos países britânicos. O visto permite que estudantes de cursos superiores (como graduação e pós-graduação) trabalhem durante o curso. A permissão é de 20 horas de trabalho por semana durante o curso e em período integral (40 horas semanais), durante férias. Maridos ou esposas, além de filhos, podem viajar com o estudante e podem aplicar para o visto Tier 4 como dependentes. O visto de dependente permite o trabalho à esposa ou esposo, mas há restrições relacionadas ao tipo de profissão que pode ser exercida no país. É importante lembrar também que para conseguir o visto o estudante precisa comprovar ter a renda necessária para se manter no país durante o primeiro ano do curso (em Londres o valor exigido atualmente é de £11,385.00 para o estudante que aplica para o Tier 4), além de renda extra para cada um de seus dependentes. Mais informações podem ser obtidas junto às universidades e em sites especializados, como o do UKCISA.
– Quanto custa um curso de mestrado no Reino Unido?
O valor de um mestrado no Reino Unido varia muito de acordo com o curso escolhido e a universidade. Universidades mais tradicionais tendem a ser mais caras. Vale a pena também verificar se a universidade para a qual você está se candidatando oferece bolsas integrais ou parciais de estudo. Um curso de mestrado pode custar entre £ 10,000 e £25,000 por ano chegando a valores bem mais altos no caso dos MBAs. Brasileiros com cidadania europeia ou visto de residência permanente no Reino Unido que estejam morando em um país da União Europeia ou no Reino Unido por pelo menos três anos consecutivos antes do primeiro dia do curso muito provavelmente terão direito a valores de estudantes locais, muitas vezes a metade do valor cobrado de um estudante internacional.

Se você tiver dúvidas ou perguntas, comente aqui ou mande um email para v.ribeiro@bbk.ac.uk. Até o próximo texto!

Texto por Veridiana Ribeiro

Veridiana Ribeiro

Deixe seu Comentário

×