As Descobertas Mais Importantes Sobre Felicidade dos últimos anos…e como isso afeta você?

Fique por dentro, Leia Mais, Mais Lidas, Saude, Sem categoria, Utilidade Pública 14 de maio de 2020

As Descobertas Mais Importantes Sobre Felicidade dos últimos anos...e como isso afeta você?

Em uma pesquisa recente e ampla, Sonja Lyubormisky, Professora Ph.D. de Psicologia Positiva na Universidade da California, especialista em felicidade humana, concluiu que: “a felicidade depende 50% de tendências genéticas, 10% de circunstâncias e 40% de atividades intencionais“. Isso é verdadeiramente fantástico! A pesquisa de Sonja nos dá 40% de controle sobre a felicidade, e, portanto, é uma descoberta que chama muito a atenção de estudiosos da potencialidade humana, como eu, por ser um percentual bastante significativo.
Mas afinal, o que é felicidade? Desde a antiguidade clássica a felicidade tem sido tema de debates e reflexões filosóficas e religiosas. A maioria de nós provavelmente não acredita que precisa de uma definição formal de felicidade; nós a conhecemos quando sentimos, e muitas vezes usamos o termo para descrever uma série de emoções positivas que temos, incluindo alegria, orgulho, contentamento e gratidão.
Gosto da maneira que Sonja Lyubomirsky descreve a felicidade em seu livro de 2007 ‘The How of Happiness’: “a experiência de alegria, contentamento ou bem-estar positivo, combinada com a sensação de que a vida de alguém é boa, significativa e valiosa”.
A Psicologia Positiva aponta um novo caminho na busca pela felicidade. Até pouco tempo atrás a Psicologia estava associada apenas à sessão de terapia, que era vista como um lugar onde as pessoas iam para consertar o que estava errado com elas. De fato, por mais de 60 anos, a Psicologia trabalhou com o “modelo de doença”, dedicando-se, em grande parte, a tratar buscando o que nos faz infeliz, no intuito de remediar, ajudar com o ‘problema’. Agora vamos muito além disso!
O psicólogo Martin Seligman, conhecido mundialmente por suas pesquisas sobre depressão e otimismo, e considerado ‘pai da Psicologia Positiva’ no mundo, ressalta que a Psicologia não é apenas o estudo da fraqueza e do dano, mas também o estudo das forças e virtudes humanas. Tratar não significa apenas consertar o que está com defeito, mas também cultivar o que temos de melhor.
Foi pensando exatamente nesse poder de transformação que Seligman criou a fórmula da felicidade – “PERMA” – onde ele cita cinco elementos essenciais que são os pilares para experimentar o verdadeiro bem-estar:
Emoções positivas como paz, gratidão, inspiração e prazer.
Compromisso e engajamento com situações, atividades e tarefas.
Relacionamentos positivos com aqueles que nos rodeiam.
Significado ou propósito, ao ir em busca de algo que é maior do que nós mesmos.
Realização ou conquista de um objetivo.
Mas quais são os benefícios reais da felicidade? A felicidade é mesmo uma coisa boa? Ou, é simplesmente se sentir bem? É importante entender que aprender sobre a felicidade é o primeiro passo pra gente conseguir viver de forma plena, experimentando bem estar e tudo de bom que isso traz. Uma revisão de toda a literatura disponível revelou que a felicidade possui numerosos subprodutos positivos, que parecem beneficiar não só os indivíduos, mas as famílias, as comunidades e a sociedade em geral (Lyubomirsky, King e Diener, 2005).
Os benefícios da felicidade incluem maior renda e resultados de trabalho superiores (por exemplo, maior produtividade e melhor qualidade de trabalho), maiores recompensas sociais (por exemplo, casamentos mais satisfatórios e mais longos, mais amigos, suporte social mais forte e interações sociais mais ricas), mais atividade, energia e fluxo, e melhor saúde física (por exemplo, um sistema imunológico reforçado, baixos níveis de estresse e menos dores) e ainda, mais tempo de vida.As Descobertas Mais Importantes Sobre Felicidade dos últimos anos...e como isso afeta você?
É claro que ter ajuda de um bom profissional nessa construção vai facilitar e fortalecer você no processo, mas investir no autoconhecimento positivo e incorporar ações que cultivem os 5 pilares do bem estar na sua vida diária já podem impactar de forma irreversível sua vida a partir de hoje, esteja como você estiver.
E já que iniciei esse texto falando dos 40% que temos de controle sobre nossa felicidade, preciso te lembrar que suas atividades diárias, suas escolhas e ações são determinantes da sua felicidade, com todos os subprodutos dela. Pesquisadores sugerem que praticar a gratidão, por exemplo, ou desistir de rancores (perdoar) e construir relacionamentos saudáveis são um bom começo!
Posso concluir com as palavras do próprio M. Seligman, “ O bem estar em si é um objetivo individual e nacional plausível” pra atestar que a felicidade está ao seu alcance, ou resumir a importância dessa busca assim: o bem-estar é a nossa capacidade de nos sentir bem e funcionar de maneira eficaz. É o que nos proporciona a resiliência para navegar nos naturais altos e baixos que todos experimentamos nas nossas vidas, enquanto nos permite florescer intelectualmente, emocionalmente, socialmente e fisicamente.

Texto por Liluani de Paula

Últimos posts por Liluani de Paula (exibir todos)

Uma Comentário para “As Descobertas Mais Importantes Sobre Felicidade dos últimos anos…e como isso afeta você?”

  1. Glória Maria Junqueira Magalhães em 15 de maio de 2020 @ 13:20

    Cara prima Liluani, estou agradavelmente surpresa com o texto e feliz por conhecer seu trabalho que se mostra humano, sensível e amoroso.
    Parabéns!

Deixe seu Comentário

×