Hoje é dia de um herói britânico, Parabéns Thomas Moore!

Curiosidades de Londres, Economia/Política, Fique por dentro, Mais Lidas, Mais recente 30 de abril de 2020

Hoje é dia de um herói britânico

Quando se fala a palavra “Herói”, o que lhe vem a mente? Talvez um jovem, robusto, esbelto, capaz de fazer o bem a humanidade, de forma altruísta, como vimos tantas vezes no cinema, não é mesmo?
Mas este herói de quem falamos hoje é centenário, um senhor, veterano militar, que foi capaz de arrecadar mais de 30 milhões de libras para ajudar no combate à corona vírus.
Na manhã desta quinta-feira, dois aviões da Royal Air Force, geralmente utilizados em atos comemorativos da Segunda Guerra Mundial, voaram em sua homenagem no céu de Bedfordshire, norte de Londres.
Moore, nomeado coronel honorário, acenou emocionado: “lembro-me de quando voavam, não em paz, mas com raiva”, afirmou à BBC. “Nunca esperaria algo assim em minha vida”, acrescentou diante da avalanche de mensagens de felicitações.
“Sei que falo pelo país como um todo ao desejar-lhe um centésimo aniversário muito feliz”, afirmou o primeiro-ministro Boris Johnson.
Ele agora que dá nome a um trem de alta velocidade, teve também o carinho dos correios que carimbou todas as suas cartas com um “Feliz 100 anos”. Com cartas vindas de todo o mundo, felicitações do Príncipe William, e do capitão da seleção inglesa de futebol, Harry Kane, a sala ficou pequena e foi necessário um pátio escolar para receber os mais de 140.000 cartões de aniversário, incluindo o da Rainha Elizabeth que sempre parabeniza os centenários britânicos.
No dia 6 de abril, Tom, assistindo os avanços da pandemia no mundo, decidiu arrecadar 1000 libras, para o sistema público de saúde inglês, NHS. O que ele não imaginava é que sua onda de solidariedade tocaria tantas pessoas.
E Tom não parou por aí e buscou um novo meio para arrecadar fundos para os funcionários da saúde.
Junto ao artista britânico Michael Ball e os coros do NHS, interpretou uma versão de “You’ll never walk alone” (“Nunca andarás sozinho”), tema de um musical pós-guerra que se tornou um hino dos fãs de futebol e agora símbolo da solidariedade em tempos de pandemia.
A canção ficou em primeiro lugar no ranking britânico de singles.
Parabéns, Thomas Moore!
O Reino Unido hoje, te aplaude de pé.

Texto por Juliana Albanez

Deixe seu Comentário

×