OSCAR 2020: Pegue sua pipoca e faça suas apostas!

Economia/Política, Fique por dentro, Mais recente, Sem categoria 9 de fevereiro de 2020

Oscar 2020

Será que um prêmio ainda dita as regras do Entretenimento?

O cinema durante muito tempo ditou as regras de grande parte do mundo, de grande parte da moda, comportamento, estilo de vida, política e como se não bastasse, era mágico!

O mocinho, a beleza das grandes divas, os efeitos especiais, a emoção da trilha sonora e o talento, nos mostrava um mundo que, sem internet era difícil de imaginar.

londres

Como será que era viajar a Rússia, ao Japão, a uma savana na África? Como será que é viajar para o futuro? Ou voltar ao passado? Já que era muito difícil o acesso ao conhecimento ou viajar e ver com os próprios olhos, o cinema se tornou uma boa opção para viajar no conforto da telona. Mas hoje, com tantas plataformas, tantas formas de acesso, será que o cinema e tais prêmios, ainda ditam as regras do entretenimento?

Tudo mudou e o entretenimento talvez tenha sido o mais arrebatado pela tecnologia e novas linguagens. E hoje, prêmios como o Oscar será que ainda podem ser considerado justo, atual e em sintonia com novas plataformas como Netflix ou Amazon Prime? Para muitos, o Oscar é um insosso concurso injusto e ultrapassado para os dias de hoje. Uma academia que tem membros convidados vitalícios, porem é míope e não vê as mudanças do mundo, com ofertas bem mais amplas.

Mas para especialistas, ainda é um direcionamento importante e que está em transformação. Não podemos mais ignorar a presença da internet, e de que um mundo diverso existe e é inconcebível um cinema como o que já foi um dia: loiro e de olhos azuis. Quem não entende essas mudanças e a presença de novos rostos, novas histórias, novos idiomas, pode correr o risco de ser irrelevante, já que o prêmio é apenas a opinião de um grupo de pessoas, num determinado tempo.

Porem, esse grupo deve estar atento às mudanças no cinema como com relação à diversidade racial, lembrada por Joaquim Phoenix no último BAFTA em Londres, a igualdade salarial entre homens e mulheres e à tomada de providências rápidas aos recorrentes e infelizes casos de assedio moral e sexual por trás do: “luz, câmera e ação”. Esses fatos impulsionaram movimentos fortes como #HeForShe, #TimesUp e acendeu um sinal vermelho em Hollywood que tenta se mostrar oxigenada e mais refrescante em 2020.

Dois mil e vinte que vem com novidades e uma presença brasileira importante, com indicações ao documentário “Democracia em Vertigem” que traça um olhar sobre o processo de Impeachment de Dilma Rousseff, da brasileira, Petra Costa e de “Dois Papas”, do também brasileiro Fernando Meirelles, com três indicações ao Oscar, por contar a história de uma conversa inusitada entre os Papas Bento XVI e o Papa Francisco.

Se ainda dita as regras do entretenimento, não sabemos, mas o fato é que para os amantes do cinema, o Oscar ainda é um programa imperdível que acontece no próximo domingo, e será regado a muita pipoca.
Boa aposta!

Texto por Juliana Albanez

Deixe seu Comentário

×