Amsterdam: Curso de capacitação “Urgências Possíveis” acontecerá em setembro

Fique por dentro, Leia Mais, Saude, Utilidade Pública 2 de agosto de 2019

O curso de capacitação “Urgências Possíveis” acontecerá, em Amsterdam (Holanda), durante a I Semana Mundial de Prevenção ao Suícido entre Brasileiros que Vivem no Exterior, de 10 a 15 de setembro.

A capacitação será ministrada pelo Dr. Carlos Aragão Neto Membro da IASP (International Association for Suicide Prevention); Membro da ISSS (International Society for the Study of Self-injury); Membro da ABEPS (Associação Brasileira de Estudos e Prevenção de Suicídio) e por voluntários do CVV (Centro de Valorização da Vida).

Com apresentação em português, I Semana Mundial de Prevenção ao Suícido entre Brasileiros que Vivem no Exterior é uma parceria entre as instituições “Urgências Possíveis” com o seu Projeto Mundial de Prevenção ao Sucídio, Depressão e Auto-mutilação, voluntários do CVV e a Mesa Temática 2 – Bem-estar e Saúde do CRBE (Conselho de Representantes de Brasileiros no Exterior).

Vale destacar que capacitação será gratuita e aberta também para as pessoas que não fazem parte da área de assistência social. Trata-se de um curso de capacitação para a Prevenção ao Sucídio, Depressão e Auto-mutilação.

Mas o que significa Urgências Possíveis? “Urgências Possíveis” é o Projeto Mundial de Prevenção ao Suicídio, Depressão e Automutilação voltado para a comunidade de brasileiros que residem no exterior.

Conforme a página oficial do projeto, o programa desenvolve processos adequados através de treinamentos e atividades, com a finalidade de construir intervenções voltadas para a promoção da saúde mental, bem-estar e prevenção do suicídio desse grupo, bem como erguer um espaço para reflexões que permitam ações coordenadas capazes de iniciar um programa alinhado com as políticas públicas vigentes e organizações voltadas a esta temática, possibilitando assim, a troca de saberes entre estes e a comunidade brasileira em observação ao fenômeno suicídio que é um indicador de mortes evitáveis;

O programa também visa instrumentalizar e capacitar profissionais das ciências da saúde, sociais e humanas, incluindo professores, líderes comunitários e religiosos que atendam brasileiros, no exterior e no Brasil, junto às suas comunidades locais.

Além disso, o projeto promove suporte por meio de sua equipe especializada destinada a sua localidade, bem como manutenção, e todo o material necessário.

A iniciativa é de autoria do S.R. Ramos Delgado da Silva, especialista em Dependência Química, sob orientação do Prof. Dr. Alberto Mesaque Martins, construído em parceria com o CRBE (Conselho de Representantes de Brasileiros no Exterior) na figura do seu coordenador Marcos Elísio Rocha Viana, Prof. Dra. Maria Luiza Delavechia, coordenadora regional dos Befrienders Worldwide e o IGDS (Instituto Brasileiro de Gerenciamento & Projetos de Desenvolvimento Sustentável) representado pelo seu presidente Dr. Reinaldo Dias.

Outras informações por meio da página do projeto, clique AQUI .

 

 

Por Laura Arruda

Deixe seu Comentário

×